Nem toda menstruação atrasada quer dizer que você está grávida. Entenda outras razões para a irregularidade! | Só Delas

foto_7_1493129829

Se dois ou três dias dias de atraso na menstruação já nos fazem pensar que estamos grávidas, imagine uma semana inteira? Um mês e nada? Embora o nosso primeiro pensamento seja a gravidez, ciclos irregulares podem ser mais comuns do que você pensa. Conheça outras razões extremamente normais para a irregularidade menstrual!

Qual é o atraso normal da menstruação? 

O atraso na menstruação varia de 3 dias a um mês, podendo se estender até dois meses. É importante levar em consideração as condições emocionais, físicas e as alterações hormonais da mulher, já que, quando o assunto é o corpo feminino, tudo está conectado. 

Segundo o ginecologista Marco Aurélio Pinho de Oliveira, para identificar os sinais de irregularidade no ciclo menstrual é preciso acompanhar o histórico clínico da paciente. “As principais causas são os distúrbios endócrinos. Entre estes casos, o mais frequente é a síndrome de ovários policísticos, condição na qual as mulheres não apresentam ovulação adequada (ciclos anovulatórios). Porém, hiperprolactinemia e algumas doenças da tireoide, por exemplo, também acarretam a anovulação e podem levar a ciclos irregulares”, explica.

 

Como tratar os ciclos menstruais irregulares?

Procure o seu ginecologista e informe as datas de atraso e o dia da última menstruação. No caso dos distúrbios endócrinos, o tratamento se dá através de remédios que induzem a ovulação. Para os miomas, é recomendado que a lesão seja removida e, para fatores emocionais, como o estresse, é hora de procurar uma atividade para relaxar e diminuir as tensões do dia a dia. Mas lembre-se: somente o seu médico vai poder analisar o seu caso e indicar o tratamento ideal para você. 

 

Não descarte a gravidez!

Embora haja outras causas para o atraso do ciclo menstrual, atente-se aos sinais do seu corpo. Por isso, antes de descartar as chances da gravidez, faça exames caseiros (teste de farmácia), procure o seu médico e solicite um exame de sangue completo, o beta HCG. 


 

Conteúdo publicado originalmente em Só Delas